Olhos do Céu - história

O cenário que detalharei originalmente não tinha nome. Porém, após a primeira campanha nele, eu fiz um "spin-off" com os personagem (tanto PCs quanto NPCs) evoluídos até um nível de poder imenso, e um dos PJ's (Forjador) passou a comandar uma organização de supers conhecida como "Olhos do Céu", o que agora eu acho apropriado para o nome do cenário.

Na primeira campanha, usei o sistema OPERA. Na segunda, GURPS 3ª Edição. Tive problemas com ambos os sistemas, o que não vem ao caso. Agora, vou tentar adaptar tudo para M&M 2E, e, se possível, DC Adventures.

Vou postar um resumo a história do cenário, um detalhamento das duas maiores organizações do cenário, e fichas e históricos completos de cada NPC, no decorrer dos próximos tempos. Talvez até tenha algumas ideias novas.



O primeiro vigilante mascarado com capacidades extraordinárias a surgir publicamente se chamava Forjador. A princípio, era apenas um jovem de capacete e usando um jetpack de longa duração (criação própria) e armas com balas de borracha. Mas logo ele foi melhorando a armadura, até se tornar uma armadura ultratecnológica com armas laser não-letais completa.

Depois desta aparição pública, muitos outros heróis foram surgindo, alguns inclusive com superpoderes mutantes, alienígenas ou mágicos.

Um psicólogo, mais tarde conhecido como "Labirinto", começou a se interessar por esse fenômeno. Começou a se perguntar por que aqueles ditos heróis não tinham medo de se ferir ou de morrer, que tipo de motivação os levava a seguirem adiante.

Com o tempo, Labirinto começou a se tornar obcecado com a pesquisa, e a caçar heróis para colocá-los em ambientes amedrontadores. Mais tarde, até mesmo percebeu conseguir incutir pensamentos assustadores diretamente na mente de suas vítimas. Labirinto tinha ganhado poderes, e era perigoso. Muitas vezes, Forjador lutou contra Labirinto, mas este sempre escapava.

Logo, um ex-herói sem poderes conhecido como "K" se apresentou ao Labirinto com um plano, algo que colocaria medo nos heróis: um exército de super-bandidos. Labirinto, obviamente, gostou do plano, e começou a organizar tal exército.

O grupo de heróis do governo (do qual K fazia parte até enlouquecer), conhecidos como "Vigilantes", começou a reunir heróis para combater frente a frente com o exército de Labirinto. Forjador também foi recrutado, e estava impressionado por haver supers ativos há mais tempo que ele imaginava. Outros heróis importantes que se juntaram ao time foram Áurea (que mais tarde seria conhecida como Rá) e Andreas (que mais tarde atingiria Iluminação espiritual).

Antes que o conflito final pudesse ocorrer, Rá, verdadeiro dono do artefato que dava poderes a Áurea, e líder de um império alienígena galático, tentou invadir a Terra. Supers do mundo todo, tanto heróis quanto vilões, mobilizaram-se para conter a ameaça galática.

Forjador, Áurea e Andreas conseguiram se infiltrar na nave de Rá e mataram-no, o que garantiu todos os poderes e encargos dela à única sucessora possível: Áurea.

Muito tempo se passou em relativa estabilidade. Forjador e um grupo de heróis se desentenderam com os Vigilantes devido a diferenças de métodos (pois os inimigos dos Vigilantes "desapareciam") e fundaram um grupo próprio, conhecido como "Olhos do Céu".

K, após reunir um exército grande o suficiente de vilões numa base secreta, ativou a auto-destruição da mesma. Apenas Labirinto conseguiu sobreviver.

Ainda obcecado pelas mesmas motivações que quase o mataram, Labirinto matou a filha do Forjador. Irado como nunca esteve antes, Forjador dá fim à vida de Labirinto. Após o ocorrido, Forjador deixou de se importar com a vida dos vilões.

Desde então, o mundo está dividido entre duas grandes forças militares com poder letal: os Vigilantes da Terra e os Olhos do Céu, ambos violentos em tática. Ambos indiferentes à privacidade. Ambos repressores da liberdade.

Não há um lado certo, apenas um conflito hipócrita de interesses.

Comentários

  1. Momento de nostalgia total...
    Lembro dessa campanha como se fosse hoje...
    a melhor da minha vida, acredito que nunca iremos testemunhar nada melhor! todos deram os seus melhores nessa aventura!
    Embora saiba que meu personagem não possa ser encaixado, vou ficar ansiando para ver os rumores de sua existência hehehhe

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentem à vontade. Não me responsabilizo por comentários potencialmente ofensivos (mas apagarei se por acaso ver um).

Postagens mais visitadas deste blog

Sinto muito, mas GURPS não é bom

Em defesa do New School

Conflitos não-combativos