Diário - Febre do Gamânio (4ª sessão)

Antes de mais nada, o jogador do Lynch não pôde comparecer à sessão, então deixei seu personagem resolvendo os assuntos das notas frias do Midnight Council, enquanto os outros fariam o que vem a seguir.

Os jogadores descobriram, entre os arquivos do Midnight Council, uma nova propriedade do Gamânio, a "monofocalização". Metalbolt pesquisou sobre isso (considerei que foi no decorrer da sessão) e tudo o que ele descobriu foi que é a focalização de várias mentes em um único ponto. Com esta definição vaga, começou a entender o plano de Kenson.

Enquanto os personagens começavam a tirar o gamânio do prédio do Midnight Council, mais uma nave perfuradora dos Alpha Soldiers surge, e de lá 20 Alpha Soldiers saem, mas são rapidamente dizimados por Aang e Metalbolt.

Depois, Metalbolt é atingido por balas e Aang pela sua maior fobia: fogo. Após o ocorrido, todos ouvem um diálogo. Uyaruj consegue notar, nas sombras, dois homens. Um bem forte, com traços duros, trajando apenas uma cueca. O outro, com traços mais suaves, usando um chapéu de cowboy, uma bermuda e um tapa-olho, cobrindo o olho esquerdo. O primeiro se chama Ernaix, e o segundo, Trakresh. Ambos revelam ser mercenários a serviço de Kenson.

Um combate se inicia. Os jogadores focam os ataques primeiramente em Ernaix, que revela ser um alien da raça Tetracorvado* disfarçado. Ele leva muitos golpes, se machuca bastante, mas consegue se manter de pé por um bom tempo, enquantro Trakresh distraía os outros e usava seus ataques. Trakresh revela ser, também, um alien, porém um Ignicinetista*.

Quando Ernaix cai, e Trakresh estava prestes a perder, ele puxa seu ás na manga: um metal, ainda de nome desconhecido (mas apelidado de "anti-gamânio") que anula as propriedades do Gamânio. Na prática, funcionando como uma kryptonita para Metalbolt.

Depois disso, usa um anel para teleportar a si mesmo, e de alguma forma teleporta também a Ernaix.

Os jogadores se vêem numa discussão: Uyaruj quer manter o anti-gamânio, Aang e Metalbolt querem se livrar dele. Taylor é indiferente. Aang tenta teleportar o metal para longe, mas é impedido por Uyaruj, que controla a mente dele, para que ele a teleporte junto com o metal para sua base.

Uyaruj descobre que o anti-gamânio pode ser contido se coberto por alumínio, e resolve mantê-lo para emergências.

Enquanto isso, Kenson surge na mente da Uyaruj. Ambos têm um diálogo, onde Kenson dá a entender que o plano dele, desde o princípio, era que os jogadores reunissem o gamânio. Uyaruj tenta localizá-lo, mas Kenson diz "quando você tenta olhar para o abismo, o abismo olha de volta para você", e lança um Raio Mental, que deixa a alien machucada.

Taylor cobra seu dinheiro de Uyaruj, que monta um esquema para ele ser pago sem necessidade de transferência bancária, e de forma indetectável. Mas Taylor tenta vender um anel de disfarce que Uyaruj lhe deu, mas acaba sendo roubado. Ao tentar perseguir o ladrão, acaba com problemas com a polícia, o que quase expõe o grupo.

Porém Aang e Metalbolt trabalham juntos para parecer que destruíram Taylor. Metalbolt dispara na direção do mercenário, enquanto Aang o teleporta para a base. Com isso, Metalbolt ganha fama instantânea, e Uyaruj se aproveita disso para tentar atrair Kenson.

*Raças a serem detalhadas em posts futuros



Comentários


Consegui fazer uma sessão que rendeu bastante, tanto em termos de combate quanto de acontecimentos. Acredito que os jogadores estão começando a entender os planos do vilão, apesar de ainda não ter sido "dado".

O combate foi bastante ágil, ao mesmo tempo em que não foi fácil (ao contrário dos anteriores). Mesmo usando apenas dois NPCs, um de mesmo NP que os jogadores, mas menos pontos (Ernaix), outro com um NP maior só por 1, mas com um pouquinho mais de pontos (Trakresh), eles conseguiram aguentar bem os golpes dos jogadores, e puderam pôr os jogadores em algum risco (mesmo que não tenha sido tão alto assim).

Uma coisa engraçada foi o Ernaix tentando atacar enquanto estava agarrado, e descobrir que suas pistolas não passavam do Impenetrável do Metalbolt (ele conseguiu causar dano antes por ter Ataque Furtivo), usar Esforço Extra para atacar o Aang, e descobrir que o mesmo TAMBÉM tem Impenetrável.

Também foi divertido ver o Taylor fazer um monte de besteira, ganhar Pontos Heróicos por isso, e os outros jogadores terem conseguido contornar o ocorrido em seu favor.

Além disso, deu para notar que os jogadores estão SEMPRE apelando com ataques em área ou algo semelhante contra capangas (Aang usou Controle Elétrico em Área, Metalbolt usou uma pilha de Gamânio realmente grande como arma, para atingir diversos capangas de uma vez). Ainda estou pensando em maneiras de deixar capangas mais desafiadores para os jogadores, ao mesmo tempo sem perderem seu objetivo de serem alvos "fáceis".

Os combates geralmente são desafiadores para mim, e em termos de regras. Eles sempre usam ideias que eu não pensaria em explorar. Para derrotar Trakresh, por exemplo, Taylor o prendeu numa esfera de gelo, e Aang tentou teleportar o AR lá de dentro, para apagar as chamas do oponente. Demorei uns segundos até me dar conta de que era um efeito de Sufocamento. É interessante ver o quanto eles conseguem dobrar os poderes para obterem feitos divertidos de se ouvir.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sinto muito, mas GURPS não é bom

Em defesa do New School

Conflitos não-combativos